Mercado Central de Belo Horizonte 19 de agosto 2016 – Publicado em: Cidade, Cultura, Lifestyle, Turismo – Tags: , , ,

História:

O Mercado Central de Belo Horizonte nasceu em 07 de setembro de 1929, com objetivo  de reunir os mercados de rua em um mesmo local. Em uma cidade ainda muito jovem, com apenas 31 anos de idade, o prefeito da época Cristiano Machado com uma visão empreendedora, decidiu reunir e centralizar o abastecimento da cidade, que na época com apenas 47 mil habitantes.

Atualidade:

Hoje, como muitos já sabem, o Mercado Central é um dos mais importantes pontos turísticos da cidade. Para ilustrar a importância e qualidade do nosso mercado, em recente matéria da revista “TAM nas nuvens” o Mercado Central foi eleito o 3º melhor mercado do mundo, ficando atrás, apenas, dos badalados mercados: Mercat de la Boqueria (em Barcelona, Espanha) e o Borough Market (em Londres, Inglaterra). Motivo de orgulho para todos nós, não é mesmo?

Atualmente, com mais de oito décadas de vida, o mercado possui mais de 400 lojas, oferece serviço de informações bilíngue, atrai todos os dias milhares de visitantes de todos os lugares do Brasil e do mundo e, em seus corredores, guarda grandes memórias e muitas histórias para contar. Como a própria notícia destaca a qualidade dos produtos, diversidade de temperos, o artesanato local, bares e restaurantes são nosso grande diferencial.

Facilidades:

São tantas opções que muitas vezes até quem é da cidade fica um pouco perdido. Sendo assim, que tal darmos uma ajudinha para facilitar seu tour e suas compras!?

O mercado é composto de 3 corredores principais em forma de espiral, que é a forma ideal para aproveitar e contemplar os espaços, num passeio mais orgânico. Quando for ao mercado separe no mínimo 2 horas para se embrenhar pelos corredores e descobrir em cada esquina, uma nova loja, um novo produto, uma nova história.

4 Lugares imperdíveis para você conhecer no Mercado Central de Belo Horizonte

Bar

Bar da Lora

 

Tomar uma cervejinha gelada com um tira-gosto, de pé no balcão de um bar é uma tradição no mercado. Quem é botequeiro sabe e, provavelmente, já passou pelo balcão do Bar Lora.

O que pedir: Destaque para o tira-a-gosto Pura Garra da Lora (1º lugar do Festival Comida di Buteco); O famoso fígado acebolado com jiló, o filé acebolado na chapa com mandioca, a carne de panela com molho de cerveja preta, todas essas porções compõem o cardápio caprichado do bar. E claro, lá não falta cerveja gelada e um excelente atendimento.

Telefone: (31)3274-9409

Restaurante

Casa Cheia

casa-cheia-mercado-central

 

O restaurante, que funciona desde 1978, é tradição entre os belo-horizontinos e já virou ponto turístico para quem vem de fora visitar a cidade. Seus tira-gostos, tipicamente mineiros, merecem destaque.

O que pedir: Em seu cardápio, delícias como o feijão mexicano, fígado com jiló e cebola, rabada, vaca atolada e o delicioso Mexidoido Chapado. O prato mais famoso foi batizado de Mineirinho Valente, que leva canjiquinha, queijo, lombo defumado, costela desossada, linguiça caseira e, por cima, molho de espinafre.

Telefone: (31)3274-9585

Delícias

Roça Capital Armazém Mineiro

roca-capital-mercado-central-bh

São mais de 12 diferentes produtores de queijo, com diferentes maturações, sabores e características. Mas se você tem dúvida de qual levar, não se preocupe, eles têm um ótimo atendimento e um profundo conhecimento para te ajudar a escolher. Além do queijo, descubra outros produtos selecionados rigorosamente pelo sabor marcante da roça mineira. Desconfiados que somos, a qualidade tem que ser indiscutível. Em cada cantinho da loja você encontra produções artesanais vindas de todas as regiões do estado. Desde a goiabada-cascão até o molho de pimenta. De doce de figo a linguiça. De café a cachaça. Entre sem bater, é só chegar.

O que pedir: O carro chefe da casa o queijo canastra do produtor Mauro de São Roque de Minas que tem 40 dias de maturação, mas destacamos o queijo do Luciano de Medeiros/MG, o canastra Guilherme “Estância Capim Canastra”, também produzido em São Roque de Minas e segundo colocado em premiação em concurso na França e por último, mas não menos importante,  o Canastra Real que é produzido apenas uma vez por ano e com 1 ano de maturação.

Telefone: (31)3789-8669

Padaria DuPain

du-pain-mercado-central

 

Saindo do forno, a Du Pain oferece pães artesanais com os melhores ingredientes. 90% dos produtos são produzidos com fermentação natural.

O que pedir: Pão Campagna e o croissant

Telefone: (31)3267-9740

 

Para facilitar ainda mais a sua visita ao mercado, lá oferece uma visita guiada. Agora ficou fácil, né!?

Para saber mais informações:

Telefone: (31) 3277-4691

e-mail: mercadocentral.info@gmail.com

Site: www.mercadocentral.com.br

Mapa do Mercado Central

madeinbeaga-mapa-mercado-central

 

« 6 imperdíveis mirantes para admirar Belo Horizonte
Beagá por um dia: Centro de Referência da Moda e Maletta »